domingo, 31 de maio de 2009

It is only the fatigue.

Quando chega o momento que eu posso ter a certeza de algo, me dou cara com uma grande ilusão. Temo acreditar em algo, temo ser algo, temo... Quero aprender a me defender quanto a isso, quero poder sair desse lugar. Que mundo injusto esse que – nós - vivemos. Um mês longe de tudo, apenas um mês.

Mandou-me ir pra Saturno, o tempo passa tão rápido que agente nem consegue perceber. Mas não é tempo suficiente pra esquece. Algo, tudo, apenas... Quem sabe depois desse longo tempo eu consiga forças pra sorrir. Que seja o bastante pra me fazer olhar pra frente ao invés de pra baixo. Como tenho olhado nesses últimos dias.

Que vontade de sair para rua e me perder em uma esquina qualquer. Que vontade de sair correndo ao teu encontro, poder te ver, nem que seja em uma longa distância. Poder fazer tudo o que não fiz quando podia, quando devia. O que eu vou fazer? Não há mais nada. Quero poder me confortar em teus braços. Tu vais me querer por perto? Só pra te fazer sentir de novo, aquela felicidade-de-cinco-segundos.

Um comentário:

Bárbara Araújo disse...

é.. as vezes da MESMO vontade de sumir.adorei o post.
vou seguir ;)

bj :*